Montando outro Servidor Ubuntu do Zero

Dia 3 de outubro de 2007 comecei este blog quando me aventurei a instalar um servidor ubuntu com as seguintes características:
  • administração remota com algumas ferramentas disponíveis como: webmin, phpMyAdmin, phpMyLdapAdmin, Swat e outras que estiverem disponíveis e forem úteis ao meu propósito
  • acesso via putty externo
  • servidor samba
  • servidor ldap
  • servidor apache
  • servidor de email
  • servidor Web-Dav
  • servidor Ftp
  • servidor aMule interno
  • servidor Asterisk
  • servidor Impressão PDF
  • servidor MySql
  • servidor uPnP e Streaming de audio e video
  • servidor vmWare
  • dentre outros aplicativos ....
Durante este processo, fiz e refiz uma porção de configurações e utilizei este blog como uma maneira de registrar as informações que fui garimpando pela internet para realizar estas tarefas.
Não imagino que o processo de aprendizagem terminou mas vou colocar nesta postagem uma série de passos que vou seguir para refazer o servidor em questão pela enésima vez. Um dia pretendo fazer um script ou algo do tipo com a finalidade de falicitar este processo.

Passo 1 - Instalar o Ubuntu

Fiz o download da imagem Iso da versão atual do Ubuntu em http://www.ubuntu.com/getubuntu/download
Neste caso a versão disponível é a 7.10 - Gutsy Gibbon - lançada em 18 de outubro de 2007.
A instalação é bem simples e no momento de escolher os pacotes a instalar, escolhi:
  • DNS Server
  • LAMP Server
  • MAIL Server
  • OpenSSH Server
  • Print Server
  • Samba File Server
Como configurações adicionais solicitadas, temos:
  • senha root do MySQL
  • Postfix - Apenas local (depois configuro)
  • Postfix - Nome de mail: casa.lan

Passo 2 - Configurar senha do Root

Faça o login no sistema com o usuário informado na instalação e depois digite o comando abaixo.
sudo passwd root

Passo 3 - Configurar endereço IP estático

Edite o arquivo conforme o comando abaixo. Este comando utiliza o nano que é um editor de texto bem simples. Para sair e atualizar o conteúdo tecle control+X e confirme as alterações realizadas (Yes) e salve o arquivo com o mesmo nome anterior (Enter).
sudo bash
cp /etc/network/interfaces /etc/network/interfaces.old
nano /etc/network/interfaces
Troque o texto abaixo....
auto eth0
iface eth0 inet dhcp
.... pelo texto
auto eth0
iface eth0 inet static
address 192.168.1.10
netmask 255.255.255.0
network 192.168.1.0
broadcast 192.168.1.255
gateway 192.168.1.1

Passo 4 - Configurar servidores de DNS

Edite o arquivo conforme o comando abaixo. Este comando utiliza o nano que é um editor de texto bem simples. Para sair e atualizar o conteúdo tecle control+X e confirme as alterações realizadas (Yes) e salve o arquivo com o mesmo nome anterior (Enter).
sudo bash
cp /etc/resolv.conf /etc/resolv.conf.old
nano /etc/resolv.conf
Troque o texto abaixo....
search virtua.com.br
nameserver 201.6.0.112
nameserver 201.6.0.139
.... pelo texto
search casa.lan
nameserver 192.168.1.10
nameserver 201.6.0.112
nameserver 201.6.0.139
nameserver 201.6.0.108
nameserver 127.0.0.1
domain casa
Reinicie e teste a configuração:
sudo /etc/init.d/networking restart
cd /root
host ubuntu.com
ifconfig > ifconfig.txt
/sbin/route > tabela_roteamento.txt
netstat -nat > conexões_internet.txt
netstat -tulp > portas_abertas.txt
Outras configurações antes de configurar o BIND.
sudo bash
cp /etc/hostname /etc/hostname.old
nano /etc/hostname
Troque o texto abaixo....
server
.... pelo texto
server.casa.lan
Depois...
sudo bash
cp /etc/hosts /etc/hosts.old
nano /etc/hosts
Troque o texto abaixo....
127.0.0.1 localhost
127.0.1.1 server
.... pelo texto
127.0.0.1 localhost server server.casa
127.0.1.1 server.casa.lan server server.casa
192.168.1.10 server.casa.lan server server.casa
Depois...
sudo bash
cp /etc/bind/named.conf.options /etc/bind/named.conf.options.old
nano /etc/bind/named.conf.options
Troque o texto abaixo....
forwarders {
};
.... pelo texto
forwarders {
201.6.0.112;
201.6.0.139;
201.6.0.108;
};
allow-transfer {192.168.1.0/24;localhost;localnets;};
allow-query { any; };
recursion yes;
allow-recursion {192.168.1.0/24;localhost;localnets;};
allow-query-cache {192.168.1.0/24;localhost;localnets;};
listen-on port 53 { 127.0.0.1;192.168.1.10;localhost;localnets;}; 
version "not currently available"; // para econder a versão do seu bind
tcp-clients 10; //quantidade de clientes para utilizar este DNS server
Reinicie o servidor de DNS:

sudo /etc/init.d/bind9 restart

Alterar o comportamento de como o sistema checa o DNS ...
sudo bash
cp /etc/nsswitch.conf /etc/nsswitch.conf.old
nano /etc/nsswitch.conf
Troque o texto abaixo....
hosts: files



.... pelo texto



hosts:          files mdns4_minimal [NOTFOUND=return] dns mdns4






Passo 5 - Atualizar os pacotes da instalação



Edite o arquivo conforme o comando abaixo. Este comando utiliza o nano que é um editor de texto bem simples. Para sair e atualizar o conteúdo tecle control+X e confirme as alterações realizadas (Yes) e salve o arquivo com o mesmo nome anterior (Enter).

sudo bash

cp /etc/apt/sources.list /etc/apt/sources.list .old


nano /etc/apt/sources.list





Comente com o caractere # a linha que começa com deb cdrom para quem tem conexão com internet e não deseja atualizar pelo CDROM.


Descomente apagando o caracter # da linha identificada como gutsy partner para ter acesso a pacotes de parceiros da canonical e arquivos.


Inclua as seguintes linhas ao final:



## Repositório Debian Sarge para instalação do Webmin
deb http://download.webmin.com/download/repository sarge contrib



Atualize tudo, inclusive verifique os upgrades disponíveis.


apt-get update

apt-get upgrade


Passo 6 - Acesso via SSH



Basta utilizar o aplicativo Putty (http://www.chiark.greenend.org.uk/~sgtatham/putty/).


Para editar arquivos pode-se utilizar programas como o vi, nano, pico ou o joe.


Em máquinas windows pode-se ainda utilizar o programa WinSCP (http://winscp.net/eng/index.php) para editar os arquivos via SSH.


Caso o Servidor SSH não tenha sido instado instale pelo comando abaixo


apt-get install openssh-server


Passo 7 - Instalar Webmin e Usermin



Vale a pena checar se voce possui todas as bibliotecas necessárias:



apt-get install libnet-ssleay-perl libauthen-pam-perl libio-pty-perl libmd5-perl webmin usermin



Ao final do processo de instalação o Webmin se encontrará em /usr/share/webmin

Para acessar o webmin digite no browser:


https://localhost:10000/


Para acessar o usermin digite no browser:


https://localhost:20000/


Se precisar abrir a porta do servidor para fornecer acesso ao webmin segue algumas dicas não testadas (link: http://www.ubuntu.rohraff.org/index.php?title=Main_Page#Additional_Repositories_.28Gutsy_Gibbon_7.10.29) :


rule for IPTABLES (to open port 10000): iptables -A INPUT -p tcp -m tcp --dport 10000 -j ACCEPT


to set up root password: sudo /usr/share/webmin/changepass.pl /etc/webmin root <your passwordhere>





Passo 8 - Adicionar Usuários



Para adicionar um usuário com todos os opcionais configurados execute:



adduser <username>

adduser <username> <group>


visudo --para modificar lista de sudoers ou simplemente adicione o usuário ao grupo admin


groups <username> --lista os grupos do usuário



Para remover algum grupo execute:



adduser --backup-to /home/backups/username --remove-home <username>

delgroup <username>



o link: http://www.yolinux.com/TUTORIALS/LinuxTutorialManagingGroups.html tem várias dicas de comandos (não testei todos) para gerenciar usuários e grupos no linux.







Passo 9 - Servidor de Backup



Para instalar software de backup Bacula execute:



apt-get install bacula-common bacula-console bacula-director-common bacula-fd bacula-sd libpg3 mtx mt-st
apt-get install bacula-director-mysql



Configure-o pelo webmin e informe a senha do Mysql quando da instalação.


Link útil: http://www.vivaolinux.com.br/artigos/verArtigo.php?codigo=1910&pagina=2


Siga o tutorial do link http://www.debianhelp.co.uk/baculaweb.htm para instalar uma interface web própria.



wget  http://superb-west.dl.sourceforge.net/sourceforge/bacula/brestore_2.2.1-1_all.deb


wget  http://superb-west.dl.sourceforge.net/sourceforge/bacula/bweb-common_2.2.1-1_all.deb


wget  http://superb-west.dl.sourceforge.net/sourceforge/bacula/bweb_2.2.1-1_all.deb


apt-get install libtime-modules-perl libgtk2-gladexml-perl libexpect-perl libhtml-template-perl libgd-graph-perl


dpkg --install bweb-common_2.2.1-1_all.deb


dpkg --install bweb_2.2.1-1_all.deb


dpkg --install brestore_2.2.1-1_all.deb


mysql -p bacula < /usr/share/bweb/bweb-mysql.sql


chmod 644 /etc/bacula/bconsole.conf


chmod 755 /usr/bin/bconsole


nano /etc/apache/conf.d/bweb.conf

/etc/init.d/apache2 restart



Para acessar digite no browser:

https://localhost/bacula-web/test.php


Como o Bacula para fazer funcionar é meio complicado uma boa alternativa é o Restore.


Instruções de como instalá-lo abaixo. Link: http://restore-backup.com/



Welcome to the Restore Repository for Debian/Ubuntu


To add this repository, add one of these to your /etc/apt/sources.list:

deb http://distro.holonyx.com/restore etch main


deb http://distro.holonyx.com/restore edgy main


deb http://distro.holonyx.com/restore feisty main


deb http://distro.holonyx.com/restore gutsy main


Add our repository's signature:

# wget -O - http://distro.holonyx.com/restore/restore.asc | sudo apt-key add -


To install the packages for Restore Enterprise Edition:

# sudo apt-get update


# sudo apt-get install restore-ee


To install the packages for Restore Data Center Edition:

# sudo apt-get update


# sudo apt-get install restore-dc



Passo 10 - Samba com o SWAT



Instale Swat com o comando:



apt-get install swat



Para acessar o usermin digite no browser, mas antes faça um shutdown no servidor:

http://localhost:901/


Próximo Passo



Lista de itens a escrever como fazer:

Configurar Fstab




Configurar Samba




Cups-pdf


apt-get install cups-pdf



Não deixe de conferir nosso novo blog sobre Linux em : Ubuntu "4us"
Share this article :
 

+ comentários + 5 comentários

Postar um comentário

 
Navegando pela Net - All Rights Reserved
Proudly powered by Blogger